Canadian MESS!

Oi gente amiga,

E enquanto não arrumo mais tempo para organizar e postar a segunda parte das fotos da visita da minha família às terras geladas...

Nas minha andanças a trabalho aqui em Ottawa já vi um pouco de tudo. A fim de fazer adições e reformas nas residências dos clientes, eu tenho que ir a casa deles, a uma certa etapa da negociação, para medir, tirar fotos e absorver todas as idéias que eles tem para o novo ou renovado ambiente. Alguns sonham e falam os mais mirabolantes planos, às vezes, para a reforma de um pequeno banheiro. Outros querem reformar, mas precisa parecer como se fosse tudo velho, dizem eles que é para manter o caráter da casa (teve casos que a casa tinha 100 anos).

Tenho me adaptado bastante ao gosto canadense nesses 1 ano e 7 meses de trabalho por aqui. No começo, eu ficava irritada em ter que projetar cozinhas com aquelas portas trabalhadas e detalhes torneados,mas tem quem goste. Hoje, coloco meu gosto pessoal de lado e tento adaptar o projeto aos padrões dos clientes. A ordem no meu trabalho se resume a quem está pagando que manda... então jah viu né!
Mas enfim, o que eu queria mesmo comentar era o completo estado de caos que se encontram algumas das casas que visitei... incrível! Os basements são os com maior índice de descaso, seguidos das garagens.
Primeiro, alguns basements se tornam depósito de entulho, artigos abandonados e de uso eventual. Em seguida, as garagens, que de garagem mesmo não tem nada, pois nunca que um carro caberia lá. Fica mesm de deposito de ferramentas, parafernalha de jardim e de inverno, artigos esportivos e por aí vai...
Claro que não são todas as casas que se encontram nesse estado caótico, algumas até são ajeitadas, exceto pelo rotineiro excesso de decoração. Quadrinhos, florzinhas, estatuazinhas e varios outros diminutivos espalhados em abundância pela casa. Além disso, as estampas em almofadas, cortinas, sofás, papéis de parede e até carpetes se multiplicam e diversificam sem perdão. Pra falar bem sério, acho que lembro de 1 ou 2 casas que apresentavam decoração e disposições harmoniozas, dentro das quase 30 que já medi nesses 5 meses nesse meu trabalho atual.
Só para ficar claro, eu estou passando minha opinião pessoal, gosto é gosto e não se discute. Como arquiteta, eu prego a que nossa casa tem que refletir um pouco da época que vivemos em combinação com quem somos.



Para ilustrar, vejam a seguir algumas das pérolas do caos:

Garagem
Basement

Basement

Basement

Basement
Basement
Quarto... o pior era o cheiro de fuafa... hahahahaha

Garagem
Beijos,

4 comentários:

  1. TABARNAK!!!! Pois é, esse caos aí não tem a ver com lado francófono ou anglófono. Tem a ver com o desleixo total e absoluto do canadense!! Nessas horas eu comemoro muito nosso jeito brasileiro de ser... Ah, referente ao post anterior (muito bom por sinal!), treinem com a gente de tempos em tempos!! Claro que vamos ensinar para o vcs o dialeto quebezuca "quebecois brazuca", mas igual vale, né?! Bisous

    ResponderExcluir
  2. Minha nossa. Acho que nunca mais vamos achar nossa casa bagunçada depois disso. Obrigada por tirar esse peso do meu ombro Adri! =)

    Beijos,
    Ju

    ResponderExcluir
  3. Creeeeeeedo...Muita coragem pra enfrentar uma bagunça destas, hein?!? Que gente desorganizada!!! Boa sorte, Adri! :P

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Adri! É sério isso? Teria até medo de entrar em locais assim! Vc já encontrou bichos/insetos desagradáveis?

    Boa sorte nos próximos clientes!!

    Beijos,
    Mari

    ResponderExcluir