Cidadania Canadense: o fim do processo infinito

Manhã chuvosa 

Nossa cidadania

Hoje, depois de quase 6 anos em solo canadense, comparecemos à cerimônia de cidadania e nos tornamos cidadãos canadenses. Wow, que longa espera!
Geralmente pensamos que como são requeridos apenas 3 anos (descontados os dias fora) em solo canadense para aplicar para a cidadania, mas na cabeça fica aquela impressão que são realmente somente os 3 anos pra poder ter uma segunda pátria. Obviamente não é bem assim, vide que esperamos quase o dobro, right! Segundo o site Immigration Canada (www.cic.gc.ca), os processos de cidadania estão com longos períodos de espera, que variam de 25 a 35 meses.
No dia da prova - aguardando pra começar...

Coincidência ou não, poucos dias após meu post indignado em fevereiro deste ano, recebemos a cartinha para comparecer ao teste da cidadania. Dia 8 de março fizemos o teste, mas não sem antes passar a semana estudando e aprendendo um pouco mais sobre a história do Canadá. Muita gente fala que é barbada, mas depois de fazermos alguns simulados, decidimos não dar chance ao azar ou ao possível nervosismo (branco) na hora do teste e estudamos pra valer. Foram 20 questões de múltipla escolha, o candidato tem que acertar 16, o que não é difícil, porém algumas questões podem ser confusas, especialmente à que se referem a datas ou nomes em específico. Acho que umas 2 ou 3 deste estilo caíram no meu teste (que são todos diferentes). Registramos algumas questões do teste, se tiver interesse posso montar um post sobre isso... me avisem.
Saindo do teste, fomos informados que receberíamos a carta-convite para a cerimônia de cidadania dentro de 3 meses (no caso de termos passado...). E aí passou 1, passou 2, 3 e 4 meses e nada da nossa cerimônia. Liguei pra lá 2 vezes depois de completos os 3 meses e na primeira vez me informaram que não tinham passado nosso resultado pro escritório geral ainda (really?!) e na segunda nos disseram que sim, tinham passado, mas que não tinham a data da cerimônia ainda, que poderia ser até setembro, e se nada acontecesse até lá, poderíamos contatar-los novamente.
Finalmente, dia 22 de julho, numa despretenciosa visitinha à caixa de correspondências, avistei os envelopinhos pardos do CIC e ficamos super felizes.
Então hoje, data da cerimônia, voltamos ao mesmo local do teste, pra jurar/afirmar fidelidade à rainha e ao Canadá, ouvimos o discurso do juiz, levantamos a mão direita na hora do juramento, ganhamos um certificado, uma bandeirinha e um broche e por fim, cantamos o hino (que decoramos na noite passada... hehe). 
Prédio do governo onde a prova e a cerimônia aconteceram, em Ottawa
E eu e nossa canadense, esperando na fila...

É nóis, baby!
62 pessoas se tornaram canadenses conosco hoje...

Pronto pra jurar...

Nós e o juiz de imigração

Comemoração especial

Yay!!

Nem preciso dizer que foi um grande momento. Não pelo discurso nem pela cerimônia em si, mas no fundo sentimos que cumprimos esta grande etapa nas nossas vidas que foi decidir morar num outro país, tomar atitudes pra fazer isso acontecer, chegar aqui e começar do zero e depois de muitos desafios e muitas conquistas, terminar por sermos oficialmente acolhidos por este país que escolhemos.