From Brazil with fun

By Adriane Jungues - abril 17, 2014

*Obrigada pelas mensagens, Renata, Melissa, Mariazinha e Wilma, vocês são umas lindas!!

De todas as vezes que vistamos o Brasil desde que partimos rumo ao semi-desconhecido em 2007, essa está sendo a vez que estou notando mais as diferenças, nem melhores, nem piores, somente coisas que não estou mais tão acostumada.
Adivinha quem sempre está pedindo ¨dessert¨!
Por exemplo, primeira coisa que eu fui fazer quando eu e Alice chegamos no aeroporto do Rio foi ir ao banheiro. Menininha que não usa mais fraldas é assim né. Pronto, papel higiênico direto dentro do vaso, e ali, depois daquele milésimo de segundo que eu lembrei que não é costume fazer isso por aqui. Ainda bem que não entupiu... hehe. Seguindo nos banheiros, não tinha água quente na pia e Alice já notou.
Notei também que muito mais gente estranha falou com Alice desde que pisamos em solo brasileiro. Assim, pra elogiar, pra perguntar o nome ou só dar um oi. É a simpatia do povo que a gente se desacostuma (não que o povo canadense seja antipático, mas é mais reservado, com certeza).


Daí aqui no sul do Brasil resolveu dar um friozinho nesses dias e apesar de ser apenas 13 graus (considerado verão no Canadá, saindo de um inverno rigoroso como foi o  nosso por lá), deu até pra sentir um friozinho. Me pergunto o que faz 13 graus aqui parecerem menos que 13 graus lá e chego a conclusão que deve ser o nível de umidade no ar (corrijam-me se eu estiver errada, please).
Seguindo no assunto umidade, vale lembrar que poucas casas tem máquinas de secar roupas e nem sempre dá pra contar com uma roupa recém lavada pra usar no mesmo dia. E como criança pequena suja roupa hein?!
Claro que tem a básica mistura de idiomas no falar com alguém no comércio, por exemplo, especialmente nos primeiros dias. Meu maior furo até o momento foi pedir informações a um rapaz no aeroporto do Rio em inglês. Caro que foi um escorregão e eu logo já corrigi. Alice nem se importa e fala os 3 idiomas: português inglesado, português e inglês. 
Falando em Alice, ela está adorando poder brincar com os vovôs e vovós, tias e tios e amigos. Não pede pra ver TV e nem usar o tablet há dias. Também desenvolveu um medinho por insetos, principalmente moscas e não tem gostado muito de pisar na grama, porém está adorando pegar terra e areia.

Living la vida loca! e pegando um bronze! hehehe

E a gente segue aproveitando... volto logo com mais fotos do nosso passeio curtinho em Porto Alegre.

  • Share:

You Might Also Like

6 comments

  1. Olha como são as coisas, fiquei procurando o botão do like embaixo das fotos da Alice hehe, pena que não tem. Quanto ao frio, acho que é a umidade mesmo que dá essa sensação diferente no Brasil e aqui no Canadá. Aproveitem!

    ResponderExcluir
  2. Olha como são as coisas, fiquei procurando o botão do like embaixo das fotos da Alice hehe, pena que não tem. Quanto ao frio, acho que é a umidade mesmo que dá essa sensação diferente no Brasil e aqui no Canadá. Aproveitem!

    ResponderExcluir
  3. Eu aprendi na escola la no 1 grau que o Brasil eh um pais de clima TROPICAL TEMPERADO e o Canada eh SEMI ARIDO com clima de extremos severos, tipo, onde tem neve , inunda e onde tem chuva, acompanha o frio..Por isso a diferenca de temperature. Onde eh 11.C no Brasil em Porto Alegre, nunca sera igual a 11.C no Canada.
    Simples assim. meu husband eh candense e ele nao usa o Celsius para nada, so fala em F. que eh 51.8F, entao tudo fica diferente,ne?

    ResponderExcluir
  4. Essa de falar inglês é básica né!!! ahahahaah Quando voltei do meu ano nos EUA, onde não tinha NENHUM brasileiro, eu falei inglês o voo todo, era muito estranho ouvir português.

    ResponderExcluir
  5. ficar na casa de mãe é uma delicia, Alice deve estar amando, fiquem com Deus

    ResponderExcluir
  6. Como ela é linda, Adriane! Espero que sua visita ao Brasil sirva para matar as saudades dos familiares. Eu sei como é ficar sem ver a família por alguns anos. Quero mais posts, quando for possível. Beijão!

    ResponderExcluir