Conhecendo Newfoundland - Parte I


Mais uma viagem curta surgiu e desta vez decidimos aproveitar pra conhecer mais uma província canadense: Newfoundland e Labrador. 
A província é mais ao leste do Canadá e na verdade, de toda a América do Norte. St. John's, nosso destino, é a capital da província com cerca de 200 mil habitantes e fica na área de Newfoundland, que é uma ilha. A outra parte da província, Labrador é gigantesca e continental.

Ponto vermelho aí é St. John's em Newfoundland e Labrador
Tínhamos mais ou menos 4 dias por lá e foi mais que suficiente para ver as atrações na cidade e ainda dirigir um pouco mais pra ver lindas paisagens junto à costa (mais ou menos 40 min ao redor da cidade). O vôo direto de Ottawa a St. John's dá, em média, 2 horas e foi bem tranquilo (é bem mais tranquilo embarcar em vôos domésticos... rsrsrs).
Alice, que já é uma moçinha viajada desde pequena rsrsrs, nem deu tanto trabalho na viagem (aeroporto e vôo), mas é sempre bom tem uns lanchinhos e um pirulitos à mão que já facilita ainda mais.



O primeiro ponto turístico do nosso roteiro foi Signal Hill, poucos quilômetros do centro da cidade. As fortificações de Signal Hill datam do século 17 e serviram de ponto estratégico para diversas batalhas e hoje é um dos sítios históricos do Canadá. Não se paga nada pra visitar o local e vale a pena voltar lá se o dia que você for estiver com muita neblina.
Falando em neblina, St. John's é uma cidade de bastante neblina, vento e temperaturas medianas. Durante estes 4 dias que estivemos por lá, apenas no último pudemos ver bem as paisagens e o oceano mais a dentro. Dizem os nativos da região que tem dias que se consegue apenas uma brecha de minutos pra ver mais longe, outros dias nem isso. A temperatura não subiu muito também, ficou na média de 15 graus (em pleno verão), mais a ação do vento e neblina. Ouvimos que pode até nevar em Junho, o que deixa os moradores de Newfoundland com apenas 2 meses no ano de "calor", propriamente dito. Coragem!
Apesar de um pouco de neblina nesta primeira visita, pudemos ver um dos icebergs flutuado sob o oceano Atlântico. Dizem que eles viajam durante anos até que chegam na costa da província. Eles geralmente se desprendem das placas glaciais do ártico e chegam somente com uma pequena porcentagem do seu potencial tamanho original. Ainda sim, foi lindo de ver!


Vista de downtown St. John's do Signal Hill











Um dos predios restaurados

Alice testando um dos "chapéus" da época que o Signal Hill estava em funcionamento...

Loja de souvenirs junto ao Signal Hill - as rowhouses sao tradicionais da cidade
Logo depois do passeio por Signal Hill, descemos a ladeira, literalmente, e fomos visitar o Johnson Geo Centre, um centro geológico escavado no morro, expondo no seu interior, entre outras coisas, a real massa rochosa sob o Signal Hill, que segundo eles, data de cerca de 500 milhões de anos.



A KidZone (sem foto neste post) é relativamente legal e dá pra criançada gastar um pouco da energia...
Rochas antigas - 500 milhões de anos


Exposição sobre o Titanic
Water St.

Junto ao centro de St. John's você encontra um estaleiro - e a neblina vindooooooo...

Casinhas coloridas - caracteristica de St.John's
 No final de tarde ainda fomos passear no Bowring Park e descobrimos um ótimo playground pra criançada, bem grande e cheio de opções. Nem preciso dizer que Alice adorou.

O "brinquedo" favorito dela - a gangorra ou como chamamos aqui, the seesaw.


Patos, cisnes e chafariz na lago no Bowring Park.

Veja a PARTE II dessa viagem aqui...