Gravidez no Canadá - Terceiro trimestre

Terceiro trimestre gente... credo como esse ano (e gravidez) passaram rápido! Aqui você pode ler o que eu postei sobre o primeiro e segundo trimestres.


Reta final da gravidez, o terceiro trimestre é o mais movimentado, animado e desafiador de toda a jornada na minha opinião. Semana 28 a 42 são consideradas as semanas que englobam o terceiro trimestre. Sim, até 42 semanas, porque aqui tem muitos médicos que topam esperar o baby até ele tomar a própria decisão de sair do barrigão e vir pro lado de cá do útero. A data prevista fecha com 40 semanas, mas a partir das 37 o baby não é mais considerado prematuro e pode vir a qualquer momento (!!!!!!).
Aqui no Canadá, mais especificamente na clínica onde faço o prenatal, a prática é a seguinte: com 28 semanas aproximadamente, é feito um teste de glucose, para identificar possível diabetes gestacional e tal. Você colhe o sangue, toma um suquinho doce pra caramba em 5 minutos (mas nada terrível- o meu parecia uma Fanta acrescida de muito açúcar), ficar 1 hora esperando em repouso e volta a colher sangue. Eles comparam os resultados de antes e depois e analisam como o organismo reagiu à explosão de açúcar na corrente sanguínea. O resultado eu obtive na consulta seguinte com a enfermeira e médica, e passamos! Na mesma ocasião, pode se fazer a vacina chamada Winrho, que é necessária para casais onde o pai tem RH positivo e a mãe RH negativo, por questões de anticorpos e tal. Coisas simples. As consultas são marcadas a cada 2 semanas a partir daí.


Por volta das 32 semanas, eles fazem um ultrassom para conferir o crescimento, condições gerais e posicionamento do baby. Foi bom ver nossa pequenininha, não tão mais pequenininha assim, mais uma vez, antes de vê-la do lado de fora (ao que tudo indica).
A partir de 36 semanas, as consultas viram semanais e tudo se encaminha pro grand-finale. Se o baby não chega até as 40.5 semanas é feito mais um ultrassom pra verificar as condições gerais e se tudo estiver tranquilo, lá com 41 e meia, aí que se conversa sbre indução e coisas do tipo.
Nós estamos esperando que a baby #2 chegue como Alice, quase que pontualmente. Confesso que ainda não estou conseguindo acreditar que a família vai aumentar em aproximandamente 3 semanas apenas... Haja coração!!!


Tem também as conversas sobre o parto com o pessoal da clínica, que eu confesso que ocorreram mesmo na primeira gravidez. Desta vez, eu acho que eles contam que eu já sei o que quero fazer e vou perguntar ou discutir mesmo se tiver algo a modificar ou dúvidas. Aqui, parto padrão é parto normal (assim, lá pela uhlalá), com ou sem peridural ou outras formas de amenização da dor. Somente em casos de necessidade (geralmente lá na hora H mesmo ou por diagnósticos prévios) que outras formas de parto são estabelecidas, como é o caso da cesária. 
Pra se ter uma idéia, a mulherada aqui fica tensa se ouve que precisa fazer cesária por algum motivo previamente estabelecido (exemplo da esposa de um colega meu de trabalho que terá que fazer cesária por que o baby está sentado numa posição que não possibilita o parto normal - segundo ele, ela ainda está se acostumando com a idéia).


Claro, que nem tudo são flores nestes últimos meses de gestação, o peso extra, a antecipação, as dores e tudo mais, não são assim sempre fáceis. Tem dias que nem um bolo de chocolate consola...rsrsrsrs

Ainda tem o quarto trimestre - volto no ano que vem com o último post da série!

Beijos!

Um comentário:

  1. Adri, você está linda! Falta muito pouco agora. Desejo muita força, paz e tranquilidade nessa reta final. Porque para mim as últimas semanas pareciam anos... Mas seu Natal e Ano Novo serão cheios de surpresas. Estou na torcida e aguardo o grande announcement! Se precisarem de qualquer coisa estamos por aqui :)

    ResponderExcluir