3 semanas no Brasil em fotos

Nossa passada pelo Brasil esse ano passou rápida como toda vez. Na chegada, pensamos nas 3 semanas que temos pela frente e parece que vai durar, mas num piscar de olhos, já está na hora de arrumar as coisas e voltar pra casa. Eu adoro ver a família e amigos, mas confesso que sinto uma saudadezinha de casa, pra onde quer que a gente viaje.

A viagem em si, como de costume, é cansativa. Mas desta vez, optamos por voar de São Paulo diretamente a Passo Fundo (com escala em Washington-DC, já que não tem vôo Ottawa/São Paulo dirto), e foi ótimo, já que não precisamos das 4+ horas de carro de Porto Alegre a Passo Fundo. Apesar dos atrasos nos vôos terem sido poucos, viajar longe sempre dá trabalho e com duas crianças então, multiplica a função e o cansaço ao cubo. Mas enfim, faz parte.

Reduzimos as malas para facilitar o processo e optamos por levar os nossos car seats (bebê conforto e cadeirinha de carro) para as meninas. A cadeirinha da Alice foi despachada como mala e o da Diana foi junto com o carrinho até quase a porta do avião. Boa idéia já chegar e ter os assentos delas prontos para serem usados, e ainda sem nenhum custo adicional.

Pra mim, a surpresa da viagem de ida foi o novo terminal do aeroporto de São Paulo, que achei muito legal e organizado, com padrão internacional! Thumbs up!

Quanto ao Brasil, continuo achando tudo tão caro gente! Fui num dos maiores supermercados em Passo Fundo e me apavorei com o preço das coisas, frutas e verduras, por exemplo. Coisas de baby também achei o olho da cara, sorry. Acho que me acostumei aos valores daqui do Canadá, eh? (Não que tudo é barato por aqui, mas equivalentemente ao salário, custa menos).
Outra coisa que eu me desacostumo toda vez é o quanto o povo brasileiro é amigável, do tipo de já contar toda a vida num viagem de elevador. Fato verídico.
Também achei que os homens demonstram bem mais carinho por bebês alheiros pelas terras tupiniquins, bem fofo de ver até. Diana ganhou vários gugu-dadas e sorrisinhos de marmanjos babões...hehehehehe
E tem também a questão de que baby no Brasil, vai pro colo de todo mundo, até de gente que você nunca viu na vida, coisa que aqui no Canadá, nunquinha que acontece (aqui o pessoal é mais contido e raramente pega na mão de um baby alheio - cada um no seu quadrado..hehehe)
E finalmente, achei que estou tão fora de moda gente. Me esqueço que no Brasil a mulherada tá sempre tão bem arrumada, lindas e perfumadas, até pra ir no mercado. Saltão, bijoux, roupas da moda, escova e unha feita! Me achei, em alguns momentos, a própria gringa sem noção. Pelo jeito, desacostumei mesmo!

Aeroporto de Ottawa

Alice cuidando da bagagem e da irmã


Vamos lá que temos 10+ horas de vôo pela frente!

Momento paparazzi na chegada a Passo Fundo! kkkk

E no chegados no Brasil, tivemos bastante tempo com a família, muito carinho de tudo que era lado. Conhecemos nosso sobrinho-afilhado Davi super fofinho e as meninas adoraram conhecer o priminho.

Alice e Diana com o primo, Davi!

E claro, tivemos muita comida, churrascos, pizza, pastel, sobremesas, lanchinhos de final de tarde com aquele café brasileiro caprichado! Eita gula!!

Sem comilança não vale, né!

O grande evento da nossa visita foi o batizado da Diana e do Davi, que aconteceu em Passo Fundo. Achei que o evento merece um post especial (muitas fotos também), então logo deve sair no blog.
O que mais fizemos desta vez foi curtir a família!


Com os vovôs e tia!
Amigos de longa data - Rafa, Otávinho e Eduardo 
Outros amigos de longa data e de aventuras... kk - Gadi, Ana, Suzi, Evelyn e Gabi

Bagagem especial!

Saguão colorido no terminal novo em São Paulo
Family voltando! Cansada, mas feliz! :)


Obrigada ao amigos e nossa família pelos lindos momentos. Beijos e até a próxima Brasil!!

4 comentários:

  1. Belas fotos, é inspirador acompanhar a sua história e o crescimento da sua família ao longo desses anos :)

    ResponderExcluir
  2. gosto muito de ver o que escreve e fotos das filhotinhas lindas, fiquem com Deus, beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei as fotos... e seu afilhado Davi é um fofo!
    Como é bom rever a familia... já fazem quase 2 anos que não vou pro Brasil, tenho muita saudade! Próxima vez que iremos será com nosso Thomas... não vejo a hora. E a comilança não pode faltar hehehe
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Tão gostoso rever a família e os amigos, né Adri? A gente acabou de voltar também, e tive a mesma sensação que você quanto ao preço das coisas no Brasil. Um abuso de tão caro! Como pode, né? Beijo!

    ResponderExcluir