8 anos no Canadá - ontem, hoje e amanhã


Começo o post de hoje agradecendo quem participou lá pelo FB e sugeriu tópicos pra este post comemorativo, já que são 8 anos em terras canadenses e não queria escrever, apesar de totalmente verdade, como passou rápido até agora, ao mesmo tempo que fizemos tantas coisas que parece uma eternidade desde que saímos do Brasil.
Desenterrei umas fotos lá do fundo do baú para esse post, como a gente muda em 8 anos!!

No dia da nossa saída do Brasil, ainda em São Paulo...

Hoje em dia, o Canadá pra nós não tem mais todo aquele mistério de quando chegamos. A terra onde não conhecíamos direito o povo, o clima (e sim, houve um tempo, em que não sabíamos o quanto de calor que faz aqui também), os costumes e o dia-a-dia no geral. Ainda temos muito a aprender, mas hoje nos sentimos em casa, seguros de entender e nos fazermos entender e de saber onde ir para o que precisarmos.

Primeiro dia em Ottawa - turistando pela primeira vez na nossa nova cidade!

Viemos preparados para enfrentar desafios no começo, especialmente no primeiro ano, mas era difícil prever quais e de qual intensidade. Vejo hoje que vir com a mente aberta e com planos de certa forma flexíveis, foi uma ótima decisão pra nós, pois tivemos que reaprender muitas coisas e entender que para andar avançar alguns passos à frente, muitas vezes é preciso dar alguns para trás, especialmente na carreira, pois dificilmente se começa aqui do patamar que estava no país de origem.

Com relação ao Brasil, como dizemos à todo mundo que nos pergunta, não, não pensamos em voltar, mas não digo "nunca", pois não temos como prever o futuro ou onde a vida pode nos levar. Acho que nos acostumamos com o Canadá e as como as coisas funcionam aqui, que acho difícil re-acostumar com alguns dos problemas do Brasil (que quem mora aí, sabem bem quais são né! olha o dolar aí custanto mais de 4 reais!! \o/). 
Adoramos o Canadá, mas sabemos que tem muitos lugares no mundo super interessantes também, então é difícil dizer que estaremos aqui em 20 anos, por exemplo. Mas uma coisa é certa, quanto mais lugares visitamos, mas ficamos certos que o Canadá é um lugar maravilhoso, em diversos sentidos ;)

Com relação à família, a distância não é fácil e apesar de sabermos que provavelmente não estaríamos na nossa cidade natal se ainda estivessemos no Brasil, os muitos mil km de hoje em dia não ajudam muito. Procuramos nos falar algumas vezes por semana através da web e nos vermos pessoalmente sempre quando possível. 
E sem família por perto, é se vira nos 30, nós dois, para o que der e vier. Tem aquelas coisas que só a um colinho de pai e mãe e um abraço de irmã resolve e é desse carinho que mais sentimos falta, tanto para nós quanto para nossas filhas.

Dexter filhotinho!

Dexter e os primeiros dias do Eddie conosco!

Nós e Alice, com 6 meses

Nós e as meninas (Diana com 6 meses)
Eddie adora uma soneca no sofá e lamber os pés da Diana...

Dexter - o babysitter

E falando nas meninas, o Canadá é o que elas conhecem como casa e adoramos que elas estão naturalmente expostas à diferentes culturas, clima e experiências.
Alice está se acostumando bem na escola, onde ela tem 3 professoras, uma fixa e duas que alternam inglês e francês, durante os dias da semana. Já em casa, priorizamos o português nas conversas e consideramos que ela fala e entende quase como uma nativa. Ela sabe traduzir de uma língua para outra (inglês > português e vice-versa), sabe falar a língua certa com os amiguinhos, contar histórias nas duas línguas e tal, mas claro, tem muita misturança também, coisa que até conosco acontece. Vai ser fascinante ver ela virar trilíngue. =)

Diana continua crescesdo como abóbora, já engatinha e fica em pé em tudo que vê pela frente. A gente vê o brilho nos olhinhos dela quando ela vê Alice. Logo, logo, já vão estar as duas correndo juntas por aí...


E quanto ao futuro, bem, o futuro a gente constroe um pouco a cada dia. Temos planos de continuar mantendo um ambiente de muito amor, respeito e felicidade para nós e nossos filhos (cão incluídos), de viajar, de arrumar nossa casa, avançar profissionalmente e por hora, continuar escrevendo aqui no blog, mas tudo um dia de cada vez. Esperamos que os próximos 8 anos seja tão felizes e cheios de aventuras como foram estes primeiros 8.

Obrigada pelo carinho! Beijo à todos!
Adri