Sevilha


Nossa última parada no velho continente foi em Sevilha e apesar de estar no fim da viagem e já estarmos um tanto cansados, a cidade acabou fechando a nossa primeira visita à Espanha com chave de ouro. Sabe que a primeira coisa que me passou pela cabeça enquanto andando por algumas ruelas da cidade? Que cidade romântica, uma boa opção para passar a lua-de-mel. Só depois fui ler que sim, Sevilha é considerada uma das cidades mais românticas da Espanha.
Pegamos o trem cedo em Valencia e chegamos em cerca de 4 horas depois em Sevilha, a cidade do flamenco. A viagem é tranquila, feita por trem de alta velocidade.
E como sempre, chegamos e já fomos bater perna, sem perder tempo. Ficamos aproximadamente 2 dias e meio na cidade, caminhando quase o dia todo, no maior calor!! Ufa!

1º DIA


  1. Metropol Parasol
  1. Calle Sierpes
  1. Ruelas e praças pelo caminho (que não recordamos o nome)
  1. Ayuntamiento de Sevilla
  1. Catedral de Sevilla (por fora)
  1. La Giralda
  1. Plaza del Triunfo
  1. Patio de Banderas



Com o calor de 40ºC, nem pudemos sair caminhar com as meninas no final da manhã, quando chegamos. Esperamos o calor baixar um pouco e selecionamos alguns pontos turísticos partindo do nosso hotel (veja informações sobre o hotel no fim do post).
Vimos muitos lugarzinhos simpáticos, ruelas e restaurantes convidativos. Adorei, particularmente, os tecidos sobre as ruas, para amenizar o sol forte (e o calor) de Sevilha.

Metropol Parasol
Metropol Parasol - obra do arquiteto

Metropol Parasol
My loves

Seville
Charme das ruas de Sevilha

Sevilha

Ayuntamiento de Sevilla
Ayuntamiento de Sevilla (prefeitura de Sevilha) - ao fundo


Catedral de Sevilla
Lateral da Catedral de Sevilla

La Giralda
La Giralda (torre) e meus 3 amores com a estátua do Papa
Catedral de Sevilla
Catedral de Sevilla

Old city wall of Seville
Catedral e Muralha da cidade antiga
Patio de Banderas - antigo sítio arqueológico - logo ali embaixo da areia - nem fazíamos idéia disso quando visitamos... oops...

2º DIA


  1. Plaza de España
  1. Catedral de Sevilla (por dentro)
  1. La Giralda (lá do alto)
  1. Real Alcázar de Sevilla



Segundo dia, reservamos para um passeio a Plaza de España e o Real Alcázar de Sevilla. 
Os dois são lindíssimos, mas o Real Alcázar foi supreendente, tanto pela beleza, quanto pelo tamanho. Passamos umas 3 horas por lá, vagando os diversos palácios, jardins e ambientes, todos muito bem cuidados e com aqueles incríveis visuais da arquitetura espanhola mesclados com influência marroquina (o Marrocos fica muito próximo de Sevilha, aproximadamente 4 horas - pelo estreito de Gibraltar).
Alice estava especialmente inspirada para fotos, o que não é muito comum atualmente, então saiu posando em várias, nos mais diversos lugares do complexo do palácio.
O acesso ao Real Alcázar se dá através da Puerta de León, uma das aberturas na muralha antiga que circundava Sevilla e então passando pelo Patio de Banderas.

Plaza de Espanã
Plaza de España - tão amplo e bem cuidado

Plaza de Espanã
Tantos detalhes!

Plaza de Espanã
Azulejos espanhóis para encher os olhos!
Plaza de Espanã
Meu trio favorito

Plaza de Espanã
Dá para fazer passeios de barquinho aí...

Seville Catedral
Catedral de Sevilla - agora pelo pátio interno.
 E antiga muralha da cidade super bem preservada
Catedral de Sevilha
Patio da Catedral de Sevilha

Catedral de Sevilla
Super ornamentado o inteiror da Catedral de Sevilla

La Giralda
Diego e Alice subiram a Torre Giralda, por dentro da Catedral  - o caminho até o alto é feito todo por uma rampa íngreme (não recomendando para famílias com carrinho de bebê - eu tentei e desisti (haja perna e braço)

La Giralda
Vista da La Giralda

Catedral de Sevilla
Interior da Catedral

Real Alcázar de Sevilla
Acesso ao Real Alcázar de Sevilla

Real Alcázar de Sevilla
Patio de la Monteria e a porta de acesso ao Palacio de Pedro I

Real Alcázar de Sevilla
 Pátios internos no Real Alcázar de Sevilla
Real Alcázar de Sevilla
Interiores - escadarias e azulejos


Patio de las Doncellas
Interior do palácio - Patio de las Doncellas

Nossa donzela e Capilla
Arco de acceso ao salón de Embajadores (Palacio mudéjar) e a cúpula do mesmo salão.



Estanque de Mercurio, a Alberca e a galería del Grutesco.

Detalhes e mais detalhes

Onde ficar e onde comer?


Nosso hotel foi o Hotel America e foi ótimo para nós 4. Dá para caminhar até o Metropol Parasol e Calle Sierpes (e quase tudo mais, nós fomos a pé mesmo). 
Adoramos um lugarzinho chamado El Patio San Eloy, super simpático e com um dos melhores montadillos (tradicional sanduíches espanhóis) de toda a viagem. Preço super bom e ambiente bem local.
Recomendamos também o restaurante Bodega Góngora, que tinha as mesas ao ar livre, sob aqueles tecidos no alto dos prédios bloqueando um pouco do sol, numa ruela simpática, com vapor d'água sobre nossas cabeças (muuuuito útil no calor espanhol) e com frutos do mar super apetitosos. Nunca vou esquecer da refeição que fizemos lá.
Fica registrado aqui também o restaurante La Raza, a poucos metros da Plaza de Espanã, com tapas deliciosos e um ambiente super legal. Almoçamos sob uma parreira (sim, de uvas), com gramado artificial no chão, mesas de ferro (tipo aquelas de jardim) e sentindo o delicioso spray d'água sob nossas cabeças, ótimo para refrescar.

El Patio San Eloy Sevilla
El Patio San Eloy

El Patio San Eloy Sevilla
Interior do El Patio - presunto!!

El Patio San Eloy Sevilla
Nossos montadillos - mini sanduichinhos dos mais diversos sabores - vários deles com presunto, claro!

El Patio San Eloy Sevilla
El Patio
Bodega Góngora

Bodega Góngora
Mini-hambúrger para Alice

Bodega Góngora

La Raza Sevilla
No pátio do restaurante La Raza
La Raza Sevilla
Sprays d'água para refrescar do calorão espanhol

Então é isso pessoal - finalmente!! nossos posts da Espanha chegaram ao fim. Aguardem por muitos vídeos que chegarão no nosso canal no YouTube. Um de Sevilha estará disponível essa semana lá... please, accessem lá mesmo.

Resumão dos posts anteriores desta viagem:

Madri
Madri
Madri
Barcelona
Barcelona
Valencia


Beijos!