Morar no centro ou subúrbio canadense?

By Adriane Jungues - janeiro 16, 2018


Como muitas das manhãs, friaca estilo ártica, super típica do inverno canadense, mas principalmente nesse ano, me peguei pensando o quanto a nossa rotina é suburbana. Moramos a oeste do centro da capital canadense, no bairro de Kanata e raramente precisamos sair daqui para as coisas usuais do nosso dia-a-dia. 
E bem dizer, desde que chegamos em Ottawa, nunca moramos no centro da cidade. Moramos num bairro chamado Britannia nos primeiros meses, depois moramos nos subúrbios de Gatineau, na província vizinha, Québec, e depois, mudamos de volta para Ontario, para bairro de Kanata onde estamos até hoje.
Quando visitamos outras cidades e por acaso, nosso hotel fica no centro, vejo quanto diferente é a dinâmica de morar centro x subúrbio e hoje eu queria tentar passar para vocês, o que eu vejo de bom e ruim de cada cenário.

MORAR NO CENTRO


Centro de Ottawa - Rideau Canal


Vejo ínúmeras coisas interessantes de se morar no centro de Ottawa:

- Muitos bares, restaurantes e atividades sociais em uma área relativamente pequena;
- Você pode acessar/visitar quase tudo a pé ou com uma curta viagem de transporte público;
- Você não necessariamente precisa ter carro;
- Muitos pontos turísticos ao redor (museus na sua maioria, ficam no centro ou perto);
- Vivenciar a vida noturna ativa (se for a sua praia, claro), vibe de cidade cosmopolita;
- Trânsito pode ser um problema, dependendo o horário;
- Nem todos os tipos de lojas e serviços estão localizados no centro;
- Transporte público fácil pra todos os lados da cidade;
- As duas maiores universidades ficam no centro, então há um grande número de jovens/universitários;
- Estacionar pode ser chato, dependendo do dia/hora;
- Preços de aluguéis e moradia são mais altos;

MORAR NO SUBÚRBIO


Subúrbio de Ottawa 


- Nem tudo é perto, já que subúrbios tendem a ser mais "espalhados";
- Bem mais chance de você precisar ter um carro;
- Atrações/eventos/vida noturna menos ativa;
- Muitas famílias moram nos subúrbios;
- Transporte público pode ser um pouco mais complicado (menos frequência), dependendo da área da cidade que você que ir (tipo ir de um subúrbio a outro, do outro lado da cidade, pode requerer mais de uma linha de ônibus e bastante tempo);
- Muitas redes de lojas, supermercados e serviços com fácil acesso;
- Trânsito congestionado se você trabalha no centro (horários de rush);
- Há mais casas e menos apartamentos, portanto mais espaço (interno e externo);
- Preços de aluguéis e moradia são mais baixos;
- Menos pontos turísticos;
- Menos trânsito;

Bem, pontos citados acima, tanto para o centro como o subúrbio são exemplos das coisas que eu vejo ou vivencio no decorrer dos dias por aqui. Há provavelmente muitas outras coisas a se citar e considerar. Nem tudo é regra.
Por exemplo, não é que ninguém que mora no centro não tem carro e só usa transporte público. Só talvez se tenha mais chances de deixá-lo em casa e ir a lugares a pé ou de bicicleta. Da mesma forma, nos subúrbios, há possibilidade de ir a pé em lugares, como nós, ficamos a uns 15 minutos do supermercado. No verão já fui fazer uma caminhada até lá, mas no inverno, os 3 minutinhos que nos distanciam de carro, sempre vencem. hehe
Agora, escolher sem parâmetros é bem diferente de quando você tem questões pré-estabelecidas. Por exemplo, quando nós viemos, em 2007, não tínhamos emprego ainda, não estávamos cursando universidade, não tínhamos muito em que se basear para escolher o lugar para morar. Acabamos olhando em muitas opções, tanto no centro, como nos bairros adjascentes e em subúrbios. 
Acabamos aprendendo onde estavam concentradas empresas potenciais empregadoras, como funcionava o sistema de transporte público e começamos a reduzir a área de abrangência.
Já para outras pessoas, fatores como estar cursando um college, universidade, ou ter emprego definido já de início etc, pode ser fator decisivo de onde morar - geralmente faz sentido morar próximo.

Costumo indicar um site bem interessante sobre os bairros em Ottawa, onde há muitas e muitas informações/dados para se conhecer melhor um bairro x outro. O site chama OTTAWA NEIGHBORHOOD STUDY, e lá você pode ver toda a área urbana de Ottawa e sua subdivisão por bairros e clicando em cada bairro, você tem a disposição diversos dados, referentes aos mais diversos assuntos, tipo número de parquinhos, escolas, criminalidade, acessibilidade ao transporte, taxa de desemprego, renda, preços médios de moradia etc.

Enfim, como família, acho fantástico morar no subúrbio. Aqui em Kanata há ótimas escolas, podemos morar em casa com pátio (pra criançada e os peludinhos terem mais espaço privado ao ar livre), temos acesso fácil a maioria do comércio que utilizamos semanalmente e Diego dirige apenas 10/15 minutos para o trabalho (eu trabalho de casa né), não tenho maioress complicações com trânsito em levar Diana para a creche ou fazer as coisas que eu tenho que fazer diariamente.
Há também muitos parques, trilhas e parquinhos, centros comunitários e a tranquilidade que só tem no subúrbio mesmo (menos trânsito etc).
Já como pontos menos positivos, eu diria, nos sentimos, por vezes,meio isolados por vezes, da energia da cidade grande, dos eventos sociais, de poder ir caminhando a um restaurante, de dar uma olhadinha nos lindos pontos turísticos da cidade mais regularmente, de ver o burburinho. Então sim, é meio pacato!

Beijos e até o próximo!

  • Share:

LEIA MAIS

0 comments