Aluguel na Alemanha | nossa experiência

By Like a New Home Blog - setembro 10, 2019

Casa ainda em fase de arrumação, mas bom ver os cantinhos se formando...

Lá pelos primórdios dos nosso planos mais concretos, provavelmente por março de 2019, tivemos que começar a pensar seriamente a questão moradia na Alemanha, assim que nossa data definitiva da mudança foi definida. Pesquisamos e lemos diversos relatos e opiniões e chegamos a conclusão que seria difícil, complicado e cansativo, primeiro porque não falamos alemão, não conhecíamos a área e também pelo mercado imobiliário aquecido na região de Frankfurt.

Andanças na região para conhecer os bairros e lugarejos com potencial de novo lar...


Claro, que cada lugar pode ser diferente, mas ouvimos histórias de moradias com múltiplas famílias tentando alugar, tipo um leilão mesmo, tamanha a falta de propriedades para aluguel. Nessas tantas, eu já apavorada, decidi procurar por empresas de relocação ou agentes imobiliários que tivessem experiência com expats como nós e por sorte achei uma empresa bem legal, que nos deu uma mão enorme e com certeza fez do nosso processo de achar uma casa para morar, relativamente sem estresses maiores.

Claro, isso não veio gratuitamente, resolvemos investir no serviço e temos certeza que foi uma decisão acertada. Se alguém estiver vindo para a região de Frankfurt e quiser a recomendação, me deixe uma mensagem nos comentários do post, com seu email e eu passo.

Outro fator importante para o sucesso da nossa missão for termos visitado a área alguns meses antes da nossa mudança definitiva e tido uma breve idéia dos bairros potenciais. Já com ajuda, visitamos 2 ou 3 casas e já deu pra ter uma noção de como as coisas funcionam por aqui (acabamos não escolhendo nenhuma daquelas...).

Arthur desbravando nosso quarto de hóspedes...


Definir a área (bairro ou cidadezinha) onde morar também é essencial, já que fatores a acrescentar na mistura não faltam. Definimos que a casa deveria ser 10/15 minutos da escolas das meninas, próximo a uma estação de S-bahn or U-bahn, ter um número x de quartos e banheiros, pátio nos fundos, preço do aluguel etc. Isso já filtrou muito pra gente e basicamente nos deu as poucas opções que fechavam e daí, poderíamos fazer nossa escolha.

O site abaixo, chamado immobilienscout24.de foi o que mais usamos para as pesquisas e foi aí de fato que escolhemos a nossa casa e passamos para o nosso agente (da empresa de relocação), para as visitas virtuais e os trâmites legais, já que estávamos ainda no Canadá, durante este processo.


Selecionamos as propriedades que fechavam com os nosso pre-requisitos, passamos para o agente para nos passar o endereço (nem todos os endereços são visíveis no site, precisa contactar para saber) ou descobriamos por nossa conta mesmi, estilo Sherlock Holmes, baseados em fotos e descrições. Daquelas que ficaram no topo da lista (2 ou 3), nosso agente fez uma visita e nos mostrou via Skype, o que não é o ideal, mas foi o possível pra nós. Não deu pra ver todos os detalhes, mas conseguimos ter uma idéia boa das condições e espaço. Adicionamos várias perguntas para clarear o que não deu pra ter uma idéia pelo video. O fato do agente ter intercedido pela gente no contato com os donos da casa foi essencial (exemplo foi a questão de aceitar cachorro na casa, o que era marcado como negativo no anúncio da propriedade no site. Nosso agente conversou com eles e eles aceitaram, o que foi ótimo).

E assim decidimos, sem ter visitado pessoalmente antes. No princípio, a idéia era morar em Frankfurt mesmo, mas acabamos decidindo por uma cidadezinha satélite, por fechar mais com nossos requisitos, especialmente de espaço e valores. 
A papelada toda foi enviada e conferida pelo nosso agente e tivemos que assinar várias coisas, obviamente, mas não teve concorrência com outras famílias aparentemente, o que achamos ótimo e evitou muito do estresse. 

Claro, nem tudo atendeu nossa listinha de pedidos/sonhos pra casa perfeita, mas aceitamos alguns fatores "menos ideais" da nossa escolha, coisa que geralmente acaba acontecendo na vida real. Mas no geral, estamos bem contentes com nossa escolha e até agora, está sendo ótimo.

Bem, é isso, acho que resume bem aí o nosso processo. Qualquer pergunta, se joguem nos comentários! 

Até!

  • Share:

LEIA MAIS

0 comments